Translate

Archive for 7/3/11 - 7/10/11

Síria: Tanques atirando e 500 Mil saem às ruas dizendo "Não ao diálogo".

A Sexta foi intensa, principalmente na primeira parte do dia. De acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, cerca de meio-milhão de pessoas saíram às ruas e enfrentaram os tanques que atiravam sem pena. Forças de segurança abusaram das balas de borracha, balas reais, gás lacrimogênio, prisões em massa, espancamentos, torturas seguidas e mortes. Uma infinidade de infrações e violências praticadas contra a população síria diante dos olhos de toda a humanidade.


Blindados varrem a cidade de Homs em busca de manifestantes
Snapshot - Fonte SNN no Youtube
Por Saulo Valley, Rio de Janeiro, 08 de Julho de 2011 - 18h06min.


Ainda as manifestações não pararam muito menos as massacres. Há notícias de segurança fuzilado por se negar a atirar nos manifestantes em Sham.


Em Hama, uma massiva manifestação atraiu as forças de segurança que incendiaram um posto de gasolina perto da Rotunda na entrada Norte da cidade, mas por causa da crise de combustível que impera no país os postos estão com os reservatórios vazios. Há um intenso tiroteio agora à noite.


Em Hama ainda Jesus foi mais uma vítima das armas de fogo das forças de segurança. O corpo foi entregue ao centro médico de Hama vindo da cidade de Mara.


Em Homs a morte de um grande herói revolucionário que participou das primeiras rebeliões, que segundo ativistas, ele avançou quando a maioria ainda exitava. Hadi Oskink o bravo herói que nasceu em 1989 no Kuwait morreu hoje para dar liberdade ao povo de sua segunda pátria. Seu funeral está previsto para amanhã em Homs.


Blindados varrem a cidade de Homs em busca de manifestantes
Snapshot - Fonte SNN no Youtube
No Banyas pelo menos 50 pessoas foram presas hoje.


A noite permanece quente em toda a Síria. As pessoas saíram para fazer novas demonstrações dizendo "Não ao diálogo" "Fora Bashar!" e "As pessoas querem derrubar o regime".
Em Homs as pessoas gritam pelo fim do cerco à cidade de Hama e cantam canções de vitória.


O povo que entoa cânticos pelo fim do regime pede a condenação de todos os criminosos que matam os civis na Síria.


VIDEO: No final da tarde em Homs as forças de segurança sitiaram a Mesquita de Quba e os manifestantes se enfureceram e enfrentaram os guardas com pedras.

Blindados varrem a cidade de Homs em busca de manifestantes
Snapshot - Fonte SNN no Youtube
Agora são 19h34min no Rio de Janeiro e na Síria são 02h34min da madrugada e as forças de segurança permanecem atirando...

TPI: Dia 07-05 abre comemorações do Dia da Justiça Penal Internacional em 17 de Julho

O TPI (Tribunal Penal Internacional) e o ASP (Assembly of States Parties) estão convindando aos que apóiam a justiça em todo o mundo para o início das comemorações do Dia da Justiça Penal Internacional.


Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 06 de Julho de 2011 - 11h59min.

O evento de abertura acontecerá amanhã (07-07) com uma solenidade simbólica de hasteamento da bandeira convidando os interessados para as comemorações que vão até o dia oficial da comemoração que é 17 de Julho.

De acordo com o TPI em publicação oficial, "os eventos comemorativos de 17 julho visam sensibilizar e gerar apoio para a justiça global e a luta contra a impunidade."


O convite foi estendido aos "judiciários nacionais, tribunais internacionais, ONGs e outros parceiros" no intuito de comemorar esta data.

Sang-Hyun Song presidente do ICC - Foto por: ALDEADLE
O ICC convida todos aqueles que desejam apoiar a justiça, promover os direitos das vítimas, e ajudar a prevenir crimes que ameaçam a paz, segurança e bem-estar dos mundo." 
O evento de abertura contará com o discurso do vice-presidente da ASP, do embaixador do México, Sr. Jorge LoMonaco e do Presidente do ICC, o juiz Sang-Hyun Song. Haverá ainda uma apresentação especial de vídeos em comemoração ao dia 17 julho.

Foto: amicc.blog
Segundo a publicação, um banner será apresentado em homenagem ao dia Internacional da Justiça Criminal e posteriormente serão exibidos durante todos os dias que antecedem o dia 17 de Julho. Estes banners marcarão a celebração conjunta entre os setores da justiça internacional.

A mídia em geral foi amplamente convidada devendo confirmar presença até as 17:00 Hora local de hoje (06-05) podendo ser garantida pelo seguinte e-mail: PublicAffairs.Unit @ icc-cpi.int .


Os profissionais de mídia interessados não devem chegar após as 09:00, caso contrário, seus cartões de acesso não terão mais validade. O acesso deverá ser pela entrada principal do ICC em Maanweg e o passe válido de imprensa deverá ser apresentado.

Será permitido registro em fotos e vídeos por parte de profissionais de mídia e a agenda de todos os dias de pré-comemoração ao Dia da Justiça Penal Internacional e do Dia Internacional da Justiça Criminal estarão disponíveis na página oficial do Facebook.

Médicos Sem Fronteiras: Refugiados na Itália são vítimas negligenciadas em condições precárias.

A organização não-governamental Médicos Sem Fronteiras iniciou uma série de apelos desesperados para que as autoridades do mundo inteiro percebam o que está acontecendo ao redor dos refugiados oriundos da Líbia principalmente na Itália.


Campo de refugiados na Itália snapshot vimeo.com/MSF
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 04 de Julho de 2011 - 18h30min
Atualizado as 22h27min.

O grito de alerta teve início no dia 30 de Junho pela MSF de Sousha, o acampamento da Tunísia e em Mineo no Centro de Recepção da Sicília. Um documento publicado no site oficial da ONG falando da situação de  cerca de 20 mil refugiados que fugiram da guerra e se encontram em completo isolamento. Recebem alimentos e um lugar confortável pra viver. Esta proteção acabou se tornando involuntariamente num presídio para eles.

Abandonados e sem nenhuma atividade física, depois de diversos traumas sofridos nas guerras em seus países de origem, refugiados agora buscam fugir do vazio e das inquietações que as cercam e as envolvem.

Médicos Sem Fronteira destaca depressão, angústia e desequilíbrio emocional em forma de epidemia isolada.
No vídeo que produziram MSF pede socorro para as pessoas nos abrigos:

"Estas vítimas do conflito negligenciado na Líbia estão agora enfrentando as conseqüências das condições de acolhimento e proteção insuficiente e pobre nos países onde eles buscaram segurança." MSF
Campo de refugiados na Itália snapshot vimeo.com/MSF
Em um documento chamado de "Briefing_paper_ItalyTunisia"que está sendo distribuido em inglês pela organização, revelações do estado mental e espiritual perigoso e conflitante das pessoas refugiadas.


"No começo, nos sentimos bem-vindos, nós tínhamos esperança. Mas quanto tempo isso pode durar? Estamos aqui por meses. As pessoas estão sob muito estresse. Eles perderam membros da família, seus pertences, os seus documentos. Eles estão perdendo suas mentes e querem sair deste acampamento tão rapidamente quanto puderem. " - Emmanuel, 40 anos, da República Democrática do Congo (acampamento Shousha ). MSF

A organização conta que desde o início dos conflitos na Líbia, mais de 1 milhão de pessoas fugiram para a Tunísia, Egito, Argélia, Chade, Níger e Sudão. Elas cruzaram a fronteira entre o desespero e a esperança, como uma criança que busca abrigo nos braços de um adulto.

A exemplo do que tem ocorrido na Turquia, que refugiados sírios estão voltando para casa em grande número, cerca de 30%¨em um semana, refugiados em outros acampamentos sentem saudade de casa, dos parentes, vizinhos e da pátria. Sentem falta do ambiente de trabalho e da rotina.

Entristecidos e sem atividade ou nenhum tipo de terapia ocupacional estas pessoas vão morrendo por dentro.

Emannuel: Queremos encontrar nossa mãe...  - "msf.org.uk"
O fenômeno parece não ter mesmo fronteiras. Segundo relata o site japonês "Jijipress" refugiados do Tsunami têm encontrado rejeição e isolamento por parte do restante do Japão. Eles denunciam serem vítimas de preconceito.

Para a ONG Médicos Sem Fronteiras, o tratamento destas pessoas tem se mostrado desafiador e insuficiente. Muitas delas presentam sérios distúrbios emocionais e precisam de profundos cuidados.

Por outro lado, a UNHCR descreveu no início do conflito na Líbia que já os recursos financeiros estavam escassos para atender a tantos refugiados. Um número cada vez mais crescente que de origens e por motivos inúmeros têm deixado casa, trabalho, família e têm vivido literalmente à deriva. Ainda há relatos de milhares de refugiados que morrem as centenas sem mesmo alcançar um abrigo, como já denunciou a mídia várias vezes neste ano corrente.

Em busca de solução

O mais impressionante é que a maioria dos países que têm recebido os refugiados são os que atravessam as maiores crises financeiras e/ou políticas nestes tempo difíceis para todos, enquanto os países que ainda possuem algumas reservas têm se mantido distantes.

Com a desesperadora situação dos povos em regiões de conflitos, sem contar as tragédias naturais, que têm destruido casas, bens de consumo, empregos, sonhos e vidas aos milhares em todo o planeta, torna-se difícil de se alcançar algum resultado positivo se não houver mais solidariedade no coração do mundo. "Repartir" é uma palavra difícil de ser absorvida nestes tempo de extremo capitalismo, que chega a ser mais que selvagem, chega a ser jurássico.

Turquia: Estado de emergência nos campos de refugiados sírios.


Ativistas membros da Coodenação local da Síria em Protoplasma informaram que a inteligência turca declarou estado de emergência nos campos de refugiados para acomodação do povo sírio.

Refugiados - Foto de Robert Reed Daly
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 04 de Julho de 2011 - 07h28min.

De acordo com a fonte, ontem foi o primeiro dia desde o início da revolução que não houve uma atravessia sequer. Em ligeiro declínio, a atravessia dos populares para as terras turcas tem oferecido novo perigo: A infiltração de agentes da inteligência síria entre os refugiados.

Informou também que a inteligência turca tem realizado inúmeras prisões entre os refugiados, inclusive que o recebimento de ajuda humanitária vindo de fora da Turquia tem sido cancelado, já que espiões infiltrados estão tentando localizar os acampamentos. As autoridades da Turquia informaram a prisão de 3 pessoas, entre elas uma mulher. Eles trabalhavam para a inteligência Síria.  Por este motivo as forças de segurança, e o serviço de inteligência do país têm redobrado a segurança ao redor dos acampamentos, e é por isto que desde que o segundo campo de refugiados foi criado é que a imprensa tem reclamado de não ter acesso.

O número de refugiados que chegam à Turquia tem diminuído gradativamente por motivo de insegurança. De acordo com relatórios passados apresentados pela Coodenação local, mais de 100 mil refugiados continuam dentro da Síria e muitos deles declaram ter medo de cruzar a fronteira para a Turquia.

Outro dado importante fornecido no relatório é que segundo o primeiro-ministro Tayyip Edorgan informou que cerca de 5001 refugiados voltaram para a Síria, enquanto 20 novos refugiados cruzaram a fronteira para a Turquia. No total agora, foram contados 10 227 refugiados sírios nos acampamentos.

Refugiados - Foto nlnnet (Brian Kelley)
O relatório informou que 158 gestantes estão nos acampamentos e que 23 crianças nasceram no lado turco e receberam o codenome "Recep Tayyip".

Cerca de 60 pessoas estão recebendo atendimento médico em hospitais turcos.

Outras fontes que não podem ser citadas por motivo de segurança, informaram que um grande número de sírios que vivem fora de seu país de origem, citando como exemplo a Europa e a América do Norte, têm voltado para a síria e se juntado aos manifestantes para dar suporte aos seus parentes e compatriotas. Matrículas têm sido trancadas nas universidades e até mesmo refugiados e aldeões que vivem em locais na Síria distantes dos confrontos, estão abandonando suas rotinas para unirem-se aos manifestantes.

Apesar de tudo, ainda na região da ponte-vaga os rebeliões continuam e o confrontos entre forças de segurança e dissidentes têm sido extremamente violentos.

Isto tem espalhado a população para outras regiões da Síria. Segundo outra fonte que não pode ser revelada, o país está praticamente destruído e que será necessário um intenso e árduo trabalho de reconstrução após a queda de Assad.

Estatisticas

Searching this blog

Popular Post

Blog Archive

Facebook

Blog Humans by World Peoples

My photo

O BlogHumans é uma página de internet voltada para os direitos humanos internacionais, cada vez mais necessários nos atormentados dias de hoje. Escrito em vários idiomas, o BlogHumans é composto por diversos colaboradores internacionais. Ativistas, jornalistas e escritores defendem e lutam pelos direitos de todos os povos oprimidos no planeta.  Seja mais um a colaborar ativamente para a evolução deste importante trabalho para a manutenção da dignidasde da raça humana!
http://bloghumans.blogspot.com

Google+ Followers

Send to a Friend

Share |

Support Us, Please?

There was an error in this gadget

Country Counter

Followers

BlogHumans NGO. Powered by Blogger.

- Copyright © Middle East Daily -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -