Translate

Archive for 12/18/11 - 12/25/11

China: After Wukan, protests take care of Guangzhou - two deaths - 12/20/2011


Sorry, re-uploading temple in #wukan photo. Many went to burn... on Twitpic
On Tuesday many people went to
Temple Wukan lighting incense.
Courtesy: "7vr0d7"
The peaceful village of live day Wukan agitated. A heavy military blockade is forming. Even so, people need to talk and they need to be heard. Protests in the borough has a huge number of people to ask for the cancellation of the second installation of charcoal in Wukan.



By Saulo Valley - Rio de Janeiro, December 20, 2011 - 10:14. (GMT-3)

The population of Wukan occupied the sub-prefecture and students boycotted classes for a day of protests.Residents say there are suspicions of fraud in research on employees who have acted illegally in selling land, and were being denounced by the population of Wukan. According to the rumor that runs in the village, people who have seen the papers that list employees accused, are not official and has the traditional red seal of the government.
The lands

Citing the Chinese site  "news.oeeee"  citing the party secretary in local government, Zheng Yanxiong as saying that the City will restore 404 acres of land in response to the demand of the population of Wukan.The source said the announcement was made based on the freezing of partnership contracts and land Toyota Cattle Co. The Secretary assured that the land be returned to those who had their properties sold illegally.

The "Oeee News" said that in the last 18 days (Sunday) there was a meeting between government officials and leaders of the popular movement Wukan. The meeting was opened and there were over 500 people on site, including residents and representatives of communities adjacent to paddy Wukan.
The Secretary cited the source as saying that the party is interested in "protecting the legitimate rights and interests" of the community.

Good news (good enough for a traditional communist regime), there are quite contradictory information published by other sources. According to the  "rfa.org"  families of the protesters were being threatened by the regime "if the agitation continues."

On Monday, the coordination of the Movement Wukan popular this week said more protests are being held to demand the investigation of officials involved in corruption and return the body of the slain protester Xue Jimbo, who was in the custody of local police for three days. But the source says that local authorities have called the family Xue Jimbo to threaten them if they are determined to make a complaint. The threat would have been witnessed by a resident known for Zhang Wukan in yesterday (19).

According to the site, the police have claimed that Jimbo Xue's death was caused by a "cardiac arrest" but relatives claim the body confirmed the marks and injuries "from head to toe," they said.

New manifestations

Preparing paper-flower mourning pins for rally tomorrow outsi... on Twitpic
On Tuesday many people went to
Temple Wukan lighting incense.
Courtesy: "7vr0d7"
The demonstrations did not stop. The organization "November 19 Movement" is crafting paper flowers in the style of "origami" for the rally taking place this Tuesday. Also on Wednesday, a great mobilization will take place and the organization also has a membership of at least 6 to 7 thousand popular, said "rfa.org".

State of siege in progress

  1. Isolation Military - The source said that "several thousands" of police are surrounding the entire city, and now adopted the strategy (Syria) to install stations conferences identity (the first step to the military blockade of a city is to allow Output of non-residents and only allow the entry of local residents. Then follows the insulation). The source cited an activist known as "Yu" which would have gone to Wukan with 10 other companions to give solidarity to the community, which would have been stopped at the checkpoints and escorted back home. According to "Yu" to  "rfa.org" , Internet users are being kept in a sort of house arrest, having been forbidden to leave their homes.
  2. Intimidation and psychological terror - The "Rfa. Org" cited eyewitness "Zhang Wukan" as saying by telephone to the writing of the agency that police forces are preparing for an attack against the repressive armed rebel community. According to witnesses, people are starting to get scared. "Zhang" told "Rfa. Org" there is a high degree of strain because of the warnings of the authorities who are threatening people that if they give up their demands, the police will be ready to enter the village. This psychological pressure happens several times a day, said Zhang.
  3. Blocking media and communication - On the day yesterday was found the difficulty of conducting phone calls to some places, as well as Internet access. The residents said the "Rfa. Org" who are not finding the news in the Village of Wukan internet searches.
State Riots - Guangzhou

The Revolution Wukan virus seems to be taking over the district of Guangzhou. The activist "bleuté" said that the city of Haimen people occupied the city hall buildings, roads and bloqueraram students were notstudying. It seems that the demand for Guangzhou is independence. The activist "Bleu Tea" said the protestin the city of Haimen is armed and that there are two protesters dead and injured are police officers. The routes are blocked. He sent the link of the photo of a policeman wounded on Tuesday:  "t.cn/SV1L8t"  and anenvironmental activist killed: "1do99hc020tj"

The activist "Aizhao" said today that there is a series of uprisings happening now in many regions, as inShanwei. He said there is "a rural uprising after another!" Citing the Chaoyang district in the city of Haimen, about 30,000 people came out to protest the "construction of a power plant in the region." Bleuté found that:

"The company Huaneng Power International Inc. is that it is investing in the construction of Huaneng Power Plant and the former president of the company is the current vice governor of Shanxi Li Xiaopeng, and that the current President Li Xiaolin is his sister, his father is the former Prime Minister Li Peng.goo.gl/tM0dw"

12:28 - "wenyunchao" on his Twitter said that the population of Haimen had success with the announcement of "archiving" the project of building the plant, despite the deaths ...

Returning to "Aizhao" who said that in Hou District, Shantou in the village of at least 500 were popular in the streets protesting against the illegal expropriation of land, like the villages in Guangzhou Wukan and DaiMei Chengai the district. All complaining of corrupt schemes of sale of property.

Aizhao said Monday that "residents took to the streets of villages, Lufeng Dai Dong Village, Village LongKomura protests against corruption in land sales and so on."

Updating ...

Original source in Portuguese: http://saulovalley.blogspot.com/2011/12/china-depois-de-wukan-protestos-tomam.html

Síria: 128 mortos; Assinatura de acordo de Observadores tem apoio da Rússia e do Irã.

A Comissão de Coordenação dos Locais da Síria disse que esta Segunda-feira provavelmente foi o dia mais sangrento de todos os dias da revolução, resultando em muitas baixas de dissidentes (80) e a morte de 48 civis. Isto se estes relatórios puderem ser criteriosamente confirmados, mas há a dificuldade provocada pelo apagão de mídia e de comunicações.



Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 19 de Dezembro de 2011 - 19h41min.

Apesar no numero número de corpo encontrados em Homs entre Junho e Julho, desta vez o número de mortes foi em tempo real. Os corpos não foram encontrados depois de dias de executados. Se os relatórios estão corretos, todos (incluindo 1 criança e 1 mulher) foram mortos no dia de hoje, segunda-feira 19 de Dezembro de 2011.

De acordo com a CCLS dos 48 mártires:

9 pessoas morreram em Idlib no bairro de Kansafra.
3 em Damasco
14 em Deraa
12 em Homs
3 em Deir Al-Zour, no bairro de Qoriya
3 em Hama
2 mártires em Saraqeb
1 em Damasco (Suburbio)
1 em Hassakeh

Mesmo assim a população não descansou, nem se acovardou. Saiu para as ruas para protestar, pedindo a queda do presidente, a destruição do regime e a punição dos responsáveis pelos massacres na Síria.

Há duas horas a CCLS disse que o exército Sírio entrou em Deraa bombardeando tudo o que encontrava, resultando na morte de várias pessoas e deixando pelo menos 50 feridos.

A Coordenação disse ainda que muitos dos dissidentes mortos hoje foi em decorrência de terem anunciado suas deserções e teriam, sido executados imediatamente. Entre eles estava o Tenente Coronel Al-Hafl, e todos os seus subordinados que desertaram juntamente foram perseguidos por toda a região de Hassakeh. A forças de segurança cercaram toda a área do bairro de Ghowairan a fim de matar os dissidentes, no fim da tarde desta segunda-feira.

Nações Unidas

Dia agitado para as Nações Unidas que aprovou um projeto de resolução condenando os massacres de civis na Síria, destacando a violação dos direitos humanos em todo o país.

De acordo com a Aljazeera que disse que a resolução foi aprovada por maioria de 133 países contra 11 votos contra e 43 abstenções. A fonte citou o embaixador sírio Bashar Jaafari como disendo que a aprovação da resolução era "uma conspiração satânica contra a síria."

Liga Árabe

As agências internacionais, especialmente as agências árabes garantem que a Síria assinou nesta segunda, o protocolo que garante a presença de "Observadores" por 30 dias na Síria, podendo ser renovado a pedido de ambas as partes.

Citando o site "news.ripley" que citou o NSC (Conselho Nacional Sírio), a oposição legítma ao regime de Alassad que disse não estar surpreso com  a assinatura do acordo, já que o regime precisa ganhar mais tempo, a surpresa está em a Liga Árabe continuar dando mais tempo para a Síria (o que só faz aumentar a mortandade, como se viu hoje).

Apoio Internacional

A estratégia de assinatura do procolo por 30 dias foi influenciada pela Rússia, como disse Damasco hoje e citado pelo site Cuwaitiano "kuna" que disse que a Rússia comemorou a assinatura do acordo, reiterando seu interesse no "diálogo nacional" ao invés de qualquer tipo de "intervenção estrangeira".

O site "yourmiddleeast" já citou o Irã como elogiado a atitude Síria, mas segundo a fonte o presidente iraniano Ahmadinejad criticou a pressão dos estados árabes para que a o regime sírio assinasse o acordo, e ele teria descrito ao esforço árabe como "uma piada".

O site "realclearworld" disse que a mídia estrangeira não terá chance de entrar na Síria em 2011 ainda, por determinação de Damasco.

Visão popular

Para o ativista Hamdi Hammad

"a assinatura do protocolo para os observadores é apenas uma manobra baathista russo-iraniana e nós temos sérias dúvidas sobre o compromisso do sistema (Liga Árabe) para o infrator (Al-Assad) como ele tenta explorar os prazos para a supressão da revolução.


Já um ativista sírio que não quer ser identificado mas responde pelo apelido de "Unidade Pela Síria" disse:

"Parece muito evidente que a Liga Árabe ainda é a mais elusiva do regime de Bashar e cúmplice com ele até  o limite e além de Moderadores consumirão meses de engano, fraude e falsificação."

China: Wucan: Revolta e ocupação: é a "Tunísia" para o povo chinês.

Revolta popular na China. Uma aldeia ocupa as ruas e bloqueia o acesso das forças policiais. 100% da população sai para protestar contra corrupção política local. Este evento inédito já se tornou uma referência em movimentos populares no país.

Mapa de Wu Kan - Googlemaps
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Dezembro de 2011 - 09h07min.

Wucan é uma pequena aldeia a 700 Quilômetros de Wuchang, ao Norte do Mar da China. A região alagada que sobrevive do cultivo do arroz, tem cerca de 20 Mil habitantes e esta pequena população de agricultores  reclamou que vem perdendo espaço velozmente por causa de esquemas de corrupção no governo local, que tem favorecido a compra ilegal de áreas de plantio e a desapropriação das terras dos moradores da Aldeia, levando o progresso a cada vez mais sufocar a região.

Por causa dos crescentes protestos contra a redução da faixa de arrozais, a polícia foi até a aldeia e prendeu um manifestante, que veio a morrer no terceiro dia na prisão, de acordo com a Reuters/China Times, esta morte teria provocado uma grande revolta popular, ao ponto de as forças policiais sitiarem a região por completo.

Em resposta à opressão, Wukan se revoltou. 100% da população local interrompeu suas atividades e sentou nas praças e passou a fazer protestos diante do cordão de isolamento militar no entorno da aldeia.

Malcom More, o jornalista correspondente do jornal ucraniano "The Telegraph" desde 2008, disse na última quarta (dia 14) que a polícia abriu um inquérito para descobrir os líderes do movimento que levou 100% da população para as ruas, tornando este ato inédito no país de história milenar de repressão, que ainda é comunista tradicional.

Governo corre para perseguir os microblogs e isolar o país da internet,
principalmente das redes sociais - "Snapshot"
Opressão e bloqueio

Sitiada a aldeia parece só contar com o jornalista Malcom More para que o mundo tenha noção do que acontece na região e buscar meios de protegê-los.

Segundo a fonte, a liderança da revolta está por conta do Partido WuKan, mas disse que muitos membros da liderança do partido fugiram da aldeia, enquanto que a população literalmente ocupou a região e impediu o acesso da polícia. De acordo com fontes chinesas, a população de Wukan tem o controle total da área.

disse que em resposta, a polícia se retirou. recuou cerca de 3 quilômetros, optando pelo bloqueio dos acessos, impedindo a entrada de qualquer tipo de suprimento alimento ou água.  Malcom tweetou no dia 14/12 à noite que a população tem reservas de comida para pouco mais de 10 dias e destacou em uma matéria publicada pelo "The Telegraph" que a situação é de uma "revolta é aberta".


Ferramenta da revolução


Os chineses do "Movimento Xinhai de 19 de Novembro de 2011" têm utilizado as redes sociais que usam as tecnologias de "microblogs", a exemplo do tweeter para conversar via celular, uma vez que o governo chinês implantou uma série de bloqueios de acesso à internet, intensificou a vigilância e o controle das conversas pelas redes sociais, bem como a proibição de Facebook e Twiter e limitou o alcance da internet como um todo.

A "Aljazeera" disse que o microblog "Weibo Sina" tem sido uma grande dor de cabeça na vida do regime chinês, uma vez que o controle de trilhões de mensagens de 140 caracteres são enviados ao mesmo tempo, o controle e a fiscalização tornou-se quase impossível. Mas garante que de acordo com a conversa, o usuário destas ferramentas sociais podem ser "responsabilizados legalmente" por atos de incitação etc. Para este fim, a Aljazeera contou que o governo chinês anunciou um prazo máximo de 3 meses para que todos os usuários de microblogs mudem seis "apelidos" para "nomes reais", sujeito a penalidades, no caso de desobediência.

Há notícia de pelo menos 1 perfil de usuário da rede social "Weibo" foi deletado, por "promover a agitação popular local".

Visão popular chinesa


Por meio de diversos sites, depoimentos em artigos e microblogs, os chineses têm deixado transparecer suas opiniões com relação a ocupação popular de Wukan. Muitos acreditam que o caso é muito interessante e marcante, ao olhos da revolução chinesa, que só existe no sonho da juventude (por enquanto), mas eles dizem que este caso é isolado e apesar de influenciar e servir como referência, e até mesmo para estudar as reações militares, não haverá uma "contaminação nacional" de revolta.

Um internauta anônimo, acha que a revolução deveria "infectar" outras aldeias em protesto contra a corrupção e aumentar a força do movimento.

História de Isolamento

Historiadores lembram que a estratégia de isolar uma cidade chinesa e esperar que morra de fome e sede, foi utilizada pelas forças policias do governo chinês, o LPA (Exército Popular da Libertação) em 23 de Maio de 1948 na cidade de Changchun. Até o final do isolamento, mais de 150.000 corpos foram contados, de uma população de cerca de 300.000. Esta tática foi utilizada durante a guerra civil contra os nacionalistas chineses do partido KMT.


Video: Centro urbano de Wucan


Reportagem local em inglês.

Estatisticas

Searching this blog

Popular Post

Blog Archive

Facebook

Blog Humans by World Peoples

My photo

O BlogHumans é uma página de internet voltada para os direitos humanos internacionais, cada vez mais necessários nos atormentados dias de hoje. Escrito em vários idiomas, o BlogHumans é composto por diversos colaboradores internacionais. Ativistas, jornalistas e escritores defendem e lutam pelos direitos de todos os povos oprimidos no planeta.  Seja mais um a colaborar ativamente para a evolução deste importante trabalho para a manutenção da dignidasde da raça humana!
http://bloghumans.blogspot.com

Google+ Followers

Send to a Friend

Share |

Support Us, Please?

There was an error in this gadget

Country Counter

Followers

BlogHumans NGO. Powered by Blogger.

- Copyright © Middle East Daily -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -